terça-feira, 9 de agosto de 2016

O Leitor e o Escritor



Miguel Sanches Neto em A Segunda Pátria faz esta generosa concessão ao leitor apaixonado por um livro:

"Só quem se dedicou apaixonadamente a um livro sabe que ele lhe pertencerá para sempre, mesmo que não possa recordá-lo"

 E, assim, define esta figura anônima e esperada:

  "Um leitor é alguém que carrega clandestinamente as palavras que leu". 

Já o escritor é um receptador de palavras. 

Vai polindo as palavras, dando nelas um lustro com frases lapidares para que adquiram brilho.

O livro é um cofre que o escritor almeja aberto pelo leitor. 

Se bijuteria, falso diamante, pedra preciosa, ouro ou prata, quem decide é o sentimento do leitor por mais que se lapide a palavra.

Por isso, ao leitor, a última palavra.


Porto Alegre, 09 de agosto de 2016.

Edu Cezimbra