sábado, 13 de agosto de 2016

Trem



O ruído frio das rodas nos trilhos começam logo após o apito que avisa: o trem já vai partir. 

O tilintar do metal pela janela ainda ecoará nos meus ouvidos. 

Que triste o progresso que levou nossos trilhos do Brasil. 

Se há algo que sentirei falta são essas veias de metal que unem a Europa, que diminuem distancias, que unem pessoas. 

Gosto de me imaginar, quem sabe um dia, saindo do Rio Grande e descendo lá no Tocantins... que lindo é a partida e a chegada de um trem... 

JK não entendia nada de poesia.

 

Zaragoza, Espanha, 13 de agosto de 2013.

Flora Cezimbra