segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Diário da Itália



Cervinia-Milano-Roma, 08/02/16

Chegamos à  Milano Centrale (estação de trens de Milão) depois de madrugarmos para fazer as conexões de trens desde Chatillon, passando por Ivrea e Chivasso, uma maratona ferroviária, agravada por um inesperado atraso de 15 minutos no 1º trem.

Agora ( 15 h) estamos no “Fleccia Rossa”, trem de alta velocidade rumo à Roma.

Após as paisagens alpinas viajamos na planície italiana voando baixo...

O norte da Itália é muito industrializado e a paisagem é uma sequência de autoestradas, prédios de fábricas entre plantações e campos arados, e claro, muitas pequenas cidades.

Ao chegarmos em Florença (Firenze) começamos a sentir o ar da Itália romântica com suas casas de campo cercadas de ciprestes em suaves colinas. Lugares encantadores que despertam a vontade de conhecer melhor esta bela Itália!

A estação de trens de Roma, Termini, tem ares de aeroporto, tamanho movimento e grandiosidade.

Achamos fácil o apart-hotel próximo da estação, onde estamos agora confortavelmente instalados e dispostos a desfrutar do peculiar estilo de vida romano.


Ciao! Arrivederci!