terça-feira, 25 de abril de 2017

Questão de temperamentos


Um sujeito melancólico lê no jornal que sua aposentadoria foi adiada e cai em um choro convulsivo.

Um sujeito sanguíneo lê a mesma notícia e assobiando muda para a seção de esportes do jornal.

Um sujeito fleumático lê e segue lendo a seção política do jornal com a mesma indiferença.

Um sujeito colérico nem termina de ler, rasga o jornal e cancela a assinatura.

Então, você é melancólico, sanguíneo, fleumático ou colérico diante do mundo?

Há quem diga que atualmente ocorra uma epidemia de depressão no mundo. 

E quais seriam as outras epidemias? 

Há quem reclame da indiferença da opinião pública diante de tantas tragédias; seria uma epidemia de apatia?

Há quem reclame da busca incessante de diversão no mundo; seria uma epidemia de alienação?

Há quem reclame da onda de ódio que se manifesta nas disputas políticas; seria uma epidemia de raiva?

Sempre que assisto alguém dando o seu "diagnóstico" sobre aspectos da vida social fico achando que a mosca tonta da generalização voltou a atacar.

Ou, por outro lado, o ratinho da redução está roendo uma zona cerebral de alguém.

Ou, talvez, estejamos todos precisando nos livrar de tantas ideias velhas representadas por velhas palavras e buscarmos um novo vocabulário para entender o mundo, - antes que ele nos devore... 

Porto Alegre, 25 de abril de 2017.

Edu Cezimbra