quarta-feira, 15 de março de 2017

Coisas


Pedras, moedas, medalhas

Nunca enterre

Ou feche em cofre

Guarde onde possa ver

Tem ânsias as pedras

                            de rolar

Tem ganas as moedas

                             de rodar

Tem desejos as medalhas 

                             de brilhar

Todas as coisas

Achadas ou perdidas

Gastas ou ganhas

Colecionadas ou escondidas

Tem vida ligada

A quem nelas tocou

                            ou olhou

São objetos imantados

A contar histórias

Para quem sabe 

Ler os seus mistérios


 Porto Alegre, 15 de março de 2017.

Edu Cezimbra