terça-feira, 7 de março de 2017

Outono de amável vinho


Sobre rótulo de vinho português:

Vinho fresco, esperto, seivoso

«Mas nada o entusiasmava como o vinho de Tormes, caindo de alto, da bojuda infusa verde — um vinho fresco, esperto, seivoso, e tendo mais alma, entrando mais na alma, que muito poema ou livro santo. Mirando, à vela de sebo, o copo grosso que ele orlava de leve espuma rósea, o meu Príncipe, com um resplendor de optimismo na face, citou Virgílio:
— Quo te carmina dicam, Rethica? Quem dignamente te cantará, vinho amável
destas serras?»

Eça de Queiroz, em «A Cidade e as Serras»



Porto Alegre, 07 de março de 2017.


Edu Cezimbra