segunda-feira, 27 de junho de 2016

O mito de Tântalo atualizado por um marxista


Na modernidade, o dinheiro se tornou a "mediação universal" (Marx). Assim como Tântalo do mito grego, nós nos encontramos diante das riquezas que, no momento em que queremos pegá-las, retiram-se, já que não podemos pagar. Essa renúncia forçada sempre foi o apanágio do pobre. Mas agora - o que constitui uma situação inédita - toda a sociedade, ou quase, está passível de passar por isso. A última palavra do mercado é, então, deixar morrer de fome no meio das comidas amontoadas por toda parte e que apodrecem, sem que ninguém possa botar a mão.

Anselm Jappe
Porto Alegre, 7 de maio de 2012.

Arte: Edu Cezimbra