segunda-feira, 10 de outubro de 2016

O fim do mundo


Reza o senso comum que 'fim do mundo' é uma pequena cidade ou lugarejo, mais ainda se na beira de um abismo.

Tem um caminho de ida que acaba nele...

'É um fim de mundo' dizem seus detratores.

Mas tem quem goste...Para fugir do mundo nada melhor que o fim do mundo.

O mundo está tão velho e doente que tem gente torcendo pelo meteoro, ao invés de um novo mundo.

Milenarismos à parte, a torcida do meteoro tem lá suas razões...

O que esta sofrida torcida carece é de visão de mundo, a 'weltanschauung' dos filósofos.

Como finaliza o documentário 'Home': "é tarde demais para ser pessimista'.

O mundo, nossa casa, é habitado por milhões de espécies que formam sua resiliente teia da vida.

Mesmo com o 'sucesso' do meteoro haveria muitos sobreviventes, graças ao instinto de sobrevivência das espécies (quem sabe ainda dê tempo de com elas aprendermos).

Então, para sairmos do fim do mundo, na beira do abismo, temos que retornar pela estrada que a ele nos levou, aprendendo com as pessoas que moram nele.

'As voltas que o mundo dá', não?...


Porto Alegre, 10 de outubro de 2016.

Foto: cidade de Wadi Dawan, Yêmen

Edu Cezimbra