quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Brasília


Quem te construiu
Brasília
Foram trabalhadores 
Do Brasil
A maioria do Nordeste
Brasileiro
Por ti chamados
Candangos
Deixaram no concreto
Cicatrizes
De sangue, suor e carne
Vermelhas
Se viva serias de pele e osso
Candangas
Tuas águas do Paranoá
Lágrimas
Derramadas pelos que morreram
Por ti
Para te levantar monumental cidade
Golpeada
Deixa-te inundar por essa brava
Gente
Bate tuas amplas e fortes
Asas
Voa ao encontro do teu sofrido
 Povo
Somente ele é que te poderá
Libertar 

Porto Alegre, 22 de setembro de 2016.

Edu Cezimbra