terça-feira, 12 de abril de 2016

Previsões poéticas



  • Um céu de chumbo se forra de chumaços de algodão para não se quebrarem os cristais do granizo.

  • A primavera na menopausa do aquecimento global despeja tempestades pelos poros.

  • A Primavera é uma romântica incorrigível. Apesar do frio nos oferece flores por todo canto!

  • A natureza, como um mestre zen, primeiro nos ensina com koans e, depois, com uma bastonada forte.

  •  Ar frio em céu azul pálido faz o sol mais distante dar um tom de aquarela à paisagem prenhe de cores, aromas e sabores. 

  • O dia amanheceu friorento com um cobertor de nuvens no céu abafando o sol.

  • Uma brisa fresca e perfumada sensualiza ares primaveris convidando as árvores e a passarada para frutíferos encontros.

  • Com o fogo do sol, o céu fez das nuvens, pipocas, para juntos assistirem o espetáculo da natureza em festa! 

  • Apesar do General Inverno, o canto da passarada segura a primavera no bico!

  • Balões de água no céu estouraram todos de uma vez.


Porto Alegre, primavera de 2013.

Edu Cezimbra


Foto: Francisco Cezimbra